Você É Inteligente? Ou Você É Um Impostor?

                “Eu não preciso aprender, eu já sei. ” “Eu sou assim, nasci assim, vou morrer assim. ” “Deixa comigo, eu sei como resolver, sempre resolvo. ” “Você está fazendo tudo errado! ” “Para quê pagar se eu posso fazer. ” Só eu que ouvi estas frases? Eu já ouvi todas de uma pessoa só. (Affff)

                   São pessoas que tem certezas sobre tudo, opiniões sobre todos e, pior, julgamentos. Pessoas nada humildes sabe? Que à primeira vista parecem tão inteligentes, mas o tempo mostra a todos que isso não é verdade. O efeito Dunning-Kruger (esse nome vindo dos dois cientistas que provaram essa síndrome) aborda exatamente isso, conhecida popularmente como “superioridade ilusória”.

                        A pessoa realmente pensa ser superior aos outros pobres mortais, ninguém consegue fazer igual ou melhor que ela, ninguém sabe/conhece mais que ela. Além de tomarem decisões equivocadas, são persuasivas ao ponto de influenciar outras pessoas ao erro também. Todavia, nunca admitem seus erros, sempre tenta encontrar um culpado.

              Não é o mesmo que acontece, principalmente com professores, às vezes, adquirem muitos conhecimentos e, inconscientemente, não sabem lidar com essa ciência e não conseguem passar para outros. Eu já tive professores assim. A maioria dessas pessoas não são más, só tem um bloqueio que, por algum motivo, tem facilidades com o aprendizado, contudo, são como represas, só recolhendo as águas e pouco compartilhando. É triste, mas não o fim do mundo.

                      Para mim existe uma outra postura bem mais prejudicial e, que infelizmente, atingem mais as mulheres. A pessoa estudou, tem competência para tal atividade/função, mas pensa ser incapaz, por receio de errar, por medo de ser julgada, por “n” motivos… E mesmo quando são reconhecidas, acreditam não serem merecedoras dos créditos ratificados por outrem. Acreditam que não são realmente inteligentes, que na verdade, enganam as pessoas se passando como inteligentes. Baseiam-se, apenas, na sorte de estar no lugar e na hora certa.

                    E o resultado? Temos tantos “líderes” incompetentes, arrogantes ou simplesmente idiotas mesmo.

                      Parece que todo mundo em algum momento passa por isso, contudo, o perigo é fazer isso repetidamente consigo mesmo, isso pode ser a “Síndrome do Impostor”. Eu já identifiquei essa atitude em mim, e como identificar é o primeiro passo para o avanço…. Tenho tentado diariamente encontrar o equilíbrio entre não ser arrogante com as coisas que desconheço e humildemente aceitar os desafios sobre as coisas que conheço. Saber até onde posso ir com as informações que corri atrás, que adquiri com esforço e emprega-las de forma correta e abrangente possível.

                          Mas ainda penso, quem lê esse artigo? Quem gostaria de ouvir o que tenho para dizer? Até no meu trabalho tenho ouvido que sou muito exigente comigo mesma…. Então ainda tenho um grande caminho a percorrer e deixar de acreditar que sou uma impostora.

                         Que Deus me ajude!

“Se você é sábio, é sábio para si mesmo. ” Provérbios de Salomão 9.12

Definitivamente não sou sábia. rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s