Sobrevivi 2018!

                      O que mais ouço são pessoas dizendo algo parecido com: “O que foi esse 2018? ” E eu me faço essa pergunta também. E vem aquela sensação de alívio: “Sobrevivi 2018! ” Tantas reviravoltas no mundo, no Brasil e nas vidas pessoais de cada brasileiro. Todo mundo tem uma história para contar. Eu mesma estava #ponderando sobre isso, porém, percebi #detalhes que a cada fato ruim, muitas vezes aconteceu uma coisa boa!

                     Por exemplo, passei por um susto gigante quando em um exame apareceu uma suspeita que meu filho estivesse com câncer, foram dias tão difíceis, mas no final, quando ele refez o exame (que abri no banheiro do próprio laboratório) eu ajoelhei ali mesmo e agradeci tanto a Deus por meu filhote estar muito bem de saúde e continuo agradecendo!

             Como professora, peguei uma turminha bastante difícil em questão de comportamento e indisciplina, contudo muito bons em conteúdo. Não foi fácil, houve dias que eu cheguei em casa chorando de desespero, sentindo-me uma incompetente. Enfim, no final do ano, tínhamos feito um Projeto muito elogiado pela direção, os próprios alunos começaram a escrever textos e traziam para que eu pudesse corrigir, no final do ano, tínhamos um livreto com muitos textos dos nossos pequenos escritores.

                      E os projetos pessoais? Todas por água abaixo. Um ex-patrão dizia: “Quer ver Deus sorrir, faça planos. ” Um dos meus planos, era me casar (depois de duas datas adiadas) em setembro de 2018. Eu não entendia o porquê dos planos não estarem dando certo, então pedi a Deus uma resposta, e Ele simplesmente tirou uma venda dos meus olhos e no começo de maio eu finalizei meu namoro, por entender, graças a Deus, que eu estava em um relacionamento abusivo, que estava me deixando deprimida, suprimida da minha essência e triste.

                     Apesar de muitos sonhos e pessoas estarem envolvidos nisso, eu sei que foi o melhor a fazer. Deus, no final, havia me dado um grande livramento. Foi tudo angustiante, mas as consequências poderiam ser piores, é só olhar no noticiário.

                    Não quero olhar para tras e só ver desgraças, planos desmoronados e batalhas difíceis, “quero trazer à memória o que pode me dar esperança.” Por que? Porque “as misericórdias de Deus, não tem fim; renovam-se cada manhã. Grande é a fidelidade de Deus!” O que eu penso sobre 2019? “Esperarei nELe.” Por que? Porque “Deus é bom para os que esperam nEle, para aqueles que o buscam.” (1)

Ter esperança. Busca-Lo. Esperar.

Por que?

Por que Deus é bom é fiel e tem misericórdia.

E para você, como foi teu 2018? Já ponderou sobre isso? Não esqueças dos detalhes, que são as recompensas. E seja grato por elas.

(1) Lamentações de Jeremias 3. 21- 25

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s