Pessoas São Decepcionantes

                    Me deparei com essa frase exatamente em um dia em que eu havia me decepcionado mais uma vez com uma mesma pessoa. Fiquei chateada, triste e até reclamei por isso. Mas depois de conversar com um amigo que disse: “Dizem para não criarmos expectativas nas pessoas, mas é difícil fazer isso. ” — comecei a ponderar sobre o ocorrido.

                               Na verdade, não era a pessoa que me decepcionou que estava errada, era eu, eu mesma!!! Eu estava errada em criar expectativas, de ter esperanças e de acreditar nela novamente!!! Costumamos colocar a culpa no outro, contudo, quase sempre o outro nem sabe sobre o que esperamos dele.

                               Eu sempre imagino que as pessoas não farão comigo o que eu jamais faria com elas, e prefiro ter respeito com as pessoas, supondo que elas teriam respeito por mim, não abusando da minha “boa vontade”, sendo leais e sinceras. Mas tudo isso são suposições particularmente minhas e ponto.

Eu sei que não estou dizendo alguma coisa nova, pois a muito tempo um homem chamado Jeremias escreveu que Deus havia dito que:

“Maldito aquele que confia no ser humano, e faz dele a sua força e desvia o coração de Deus! ”

                               Se Deus falou, meu amigo, quem sou eu para contrariar? Chegamos a um ponto: não confiar, não criar probabilidades (muito menos se não for a primeira vez)! Próximo passo: não criar expectativas. Ok. Anotado. E como fazer isso? Já levantamos da cama criando expectativas, não só que será um bom dia, mas que seremos boas pessoas, encontraremos com pessoas legais e teremos um dia maravilhoso.

Expectativas!

                          Aí você derrama o café na blusa branca que iria ao trabalho e pensa, é só um incidente, o resto do dia será bom, o que tinha que acontecer de ruim já aconteceu. A blusa será lavada e voltará a ser branca novamente. Mas quando esse “incidente”, algo ruim, acontece com um colega, um tom de voz, uma conversinha, ou até um ataque pessoal, o que fazer? Como agir?

                         Eu não sei a resposta. Se alguém tiver, por gentileza compartilhe a receita.

                        Enfim, pessoas são decepcionantes. Porque espero algo. Portanto, quando faço isso, estou sendo um ser humano decepcionante.

                     Só quero aqui ponderar o detalhe que quando nos decepcionamos, a culpa não é da outra pessoa, mas a nossa por termos confiado nela, criado expectativas sobre ela. Só isso. Tudo isso. Eu fico chateada. Claro! Dói? Dói. Mas a culpa não é totalmente da outra pessoa. Então aí vem outra questão (para mim), começo a me culpar por ter confiado e criado expectativas…

                         Isso chama-se culpa… E esse é um tema para outro dia.

                  Então por hoje não há esperança? O mesmo Jeremias que foi citado acima, também escreveu:

”Bendito aquele que confia em Deus e cuja a esperança é Deus. ”

 

 


Referencias:

Jeremias 17.5

Jeremias 17.7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s